Tratamento

Como tratar os acidentes hemorrágicos das pessoas com hemofilia? 

A substituição do fator de coagulação em falta (administração endovenosa de concentrado de factor VIII ou de factor IX) revela-se geralmente muito eficaz para parar a hemorragia ou para evitar a hemorragia excessiva no ato cirúrgico ou procedimento invasivo.
Até ao início dos anos 90, o tratamento e/ou prevenção dos acidentes hemorrágicos em pessoas com hemofilia baseava-se em concentrados plasmáticos contendo o fator de coagulação necessário.
Atualmente, este tratamento pode também ser efectuado por medicamentos de origem recombinante produzidos por engenharia genética.
Nos nossos dias, o tratamento de uma pessoa com hemofilia deve ser regular, na forma de tratamento profilático. Desta forma, a deterioração articular poderá ser prevenida e um menino que nasça com esta doença tem uma qualidade de vida potencialmente igual à de um menino sem a doença.


Tratamento de pessoas com hemofilia e inibidores 

O tratamento dos acidentes hemorrágicos e a prevenção das hemorragias em caso de cirurgia e/ou manobras invasivas em doentes com hemofilia e inibidores de factor VIII ou IX é complexo, sendo necessário acompanhamento e tratamento especializado.
Para estas pessoas existem disponíveis tratamentos alternativos aos concentrados de fatores (chamados de “agentes de bypassing”), sendo um deles o factor VII recombinante ativado.